(49) 3631-1800
administracao@hrtgb.org
A importância dos exames laboratoriais no auxílio ao tratamento da Covid-19

Você está em:

Início  Notícias & Eventos

A Covid-19 é uma situação emergente e de rápida evolução, podemos destacar a importância do isolamento e cuidados que devem ser tomados, para amenizar a pandemia. Os exames laboratoriais são de extrema importância para diagnosticar a Covid-19 em pessoas sintomáticas.

Temos então por destaque os testes rápidos de diagnósticos de antígeno SARS-CoV-2, onde sua maior sensibilidade está entre o 3º-6º dia de sintomas. Permitindo assim a realização de testagem para pacientes com sintomas e determinar se está infectado no momento.

Existe ainda os testes rápidos de anticorpos SARS-CoV-2, que deve ser realizado entre o 14º dia após o início dos sintomas, onde pode ser identificado se a pessoa tem ou teve a infecção pela COVID-19.

Já os testes de diagnóstico por PCR devem ser realizados na fase sintomática inicial, entre o 5º-7º dia. Esses testes são altamente precisos e continuam sendo o padrão, porém, infelizmente o tempo para recebimento de seus resultados é mais demorado.

Ainda tem muita coisa sobre o coronavírus que não foi descoberto, mas já se sabe que o micro-organismo não afeta somente o sistema respiratório. Por isso, a infecção pode causar alterações no hemograma, exame que avalia as células sanguíneas, além de outros exames de sangue considerados de rotina em pacientes que estão hospitalizados.

Podemos destacar algumas das alterações nos exames, em pacientes que estão com COVID-19:

Hematologia

-Hemograma completo, com diferencial de linfócitos e contagem de plaquetas (avaliação de anemia, leucocitose/leucopenia, linfopenia, plaquetopenia);

- TAP, PTTa (investigação de coagulopatias);

- D-dímeros (avaliação trombóticas).

Bioquímica

- Sódio, potássio e glicose (investigação de alterações metabólicas);

- LDH (identificação de injúria pulmonar e/ou falência múltipla de órgãos);

- Proteína C-reativa (atividade inflamatória);

- AST/TGO, ALT/TGP, Bilirrubinas, Albumina (identificação de dano hepático);

- CK (avaliação de injúria muscular);

- Ureia, Creatinina (avaliação de dano renal);

- Troponina (identificação de injúria miocárdica).

Infelizmente são tempos difíceis que estamos atravessando, um momento incerto em que precisamos evitar as aglomerações e tomar as devidas precauções. É tempo de ter esperança e de acreditar que dias melhores logo chegarão.

Hospital Regional Terezinha Gaio Basso de São Miguel do Oeste

Daiane Campagnaro – Farmacêutica Bioquímica - CRF 13928

Diretora técnica - Katia Bugs – médica - CRM 10375 – Nefrologista - RQE 5333


Hospital Regional Terezinha Gaio Basso
Rua São Cristovão, 335 - São Gotardo
São Miguel do Oeste - SC | 89.900-000
Tel: (49) 3631-1800
Email: administracao@hrtgb.org

Google Maps Acesso colaboradores

Este site também pode ser acessado via iPad/Tablet. Mais mobilidade para você.